Seguidores

terça-feira, 13 de novembro de 2012

PROCURO-TE

PROCURO ENCONTRAR-TE

Se a imagem nao carregar, clique em voltar em seu navegador e tente novamente!
Em termos de finalizar
Como que expectante e ansioso...
Seguindo no leito do rio da vida
Por vezes me afogo, por vezes me deixo afogar...

Caminhando por trilhos conturbados
Desconhecendo onde vão dar e onde me levam
Fingo não saber e não ler as indicações dos lados
E porque estarão elas rodeadas de silvas
que nos cegam?

Ah como eu gostava de ser o que não posso ser
Mas também porque quero eu ser o que não sou?
Se tudo o que tenho é bom...e é mau não puder ver
Os dias bons, a felicidade de quem nos amou...

Continuo no trilho que escolhi ser e ter
Sentir o que sei que é meu e que me faz sentir bem
Mesmo que não saiba ser melhor ou não me
 deixem querer
Sei o que quero mas não vou lutar pelo
 que não vem...

Vou lutar pelo que posso ter e pelo que já tenho
Pois não é por termos algo que não podemos perder
Há que lutar por continuar a ter e procurar vencer
A cruzilhada do caminho de onde eu venho...
***JOSÉ RIOS***

2 comentários:

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Bela a sua poesia poeta. Um bom dia

Pedro Luis López Pérez disse...

La Lucha ha de ser día a día y sin cesar por aquello que poseemos y se nos puede arrebatar.
Precioso Poema.
Un abrazo.