Seguidores

terça-feira, 23 de abril de 2013

O DIA DE AMANHÃ

VIVER É INEVITÁVEL

Não sabemos o dia de amanhã
Apesar de conhecer o agora
O segundo que já passou e tornou passado
De imaginar o que pode acontecer
Mas, viver é inevitável ao estar aqui
Unidos em um plano
Ensinando e tomando lições
Em cada uma das vividas estações
Estamos de passagem
E precisamos saber apreciar a vista
Viver cada momento
Pois cada um é único em sua maioria
E por isso, temos tantos dias
Para aprender essas maravilhas
De compartilhar e amar
E por isso, não deixe de demonstrar
O que sente agora por alguém
Não espere que ela parta
Para desejar dizer o que não lhe custa
O que esta em seu coração
Não deixe de dizer o quanto ama
Mesmo que esse alguém
Tenha o seu jeito de amar
Pois não sabemos 
Até onde determinada pessoa
Em nossa vida estará
E precisamos amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Pois, como disse o Renato
Na verdade, pode não haver...
Já parou para pensar?
Que este pode ser o último poema
para escrever ou para se dedicar?


2 comentários:

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Hay que vivir intensamente el Presente y demostrar nuestros sentimientos ante los demás, sin pausa y con pasión.
Precioso Post.
Abraços e beijos.

elvira carvalho disse...

Temos que viver o presente com toda a intensidade. Só ele exist.
O passado já se foi, e o futuro nunca chega pois o que temos todos os dias é o presente.
Um abraço