Seguidores

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

A VIDA E O AMOR

ÀS VEZES TEMEMOS FAZER ESCOLHAS
Às vezes as pessoas que amamos 
nos magoam, e nada podemos fazer senão
 continuar nossa jornada com nosso coração
 machucado. Às vezes nos falta esperança,
 mas alguém aparece para nos confortar. 
Às vezes o amor nos machuca 
profundamente, e vamos nos recuperando 
muito lentamente dessa ferida tão dolorosa. 
Às vezes perdemos nossa fé, então 
descobrimos que precisamos acreditar,
 tanto quanto precisamos respirar, é nossa 
razão de existir. Às vezes estamos 
sem rumo, mas alguém entra em 
nossa vida, e se torna 
o nosso destino. 

Às vezes estamos no meio de centenas
 de pessoas, e a solidão aperta nosso coração
 pela falta de uma única pessoa. Às vezes a dor
 nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer
 parar de viver, até que algo toque nosso 
coração, algo simples como a beleza de 
um por do sol, a magnitude de uma
 noite estrelada, a simplicidade de uma 
brisa batendo em nosso rosto, é a força
 da natureza nos chamando para a vida. 
Você descobre que as pessoas que pareciam
 ser sinceras e receberam sua confiança, 
te traíram sem qualquer piedade. 

Percebe que não há como distinguir os bons
 e os maus, pois poucos nascem assim, a vida 
é que os torna melhores ou piores, pelas 
tristezas e felicidades que passaram e
 experiências vivenciadas. É como se a vida
 fosse formada por corações e cruzes, 
onde os corações representam nossos 
momentos felizes, o carinho e amor que 
recebemos, e as cruzes são nossas dores,
 decepções, sofrimentos, momentos 
ruins pelos quais passamos. 

Então você poderá entender que alguns 
de nós vivenciaram pouquíssimas cruzes e
 muitos corações o que fará com que essas 
pessoas tenham muito mais amor a 
transmitir, outras passaram pelo 
contrário e são predominantemente frias, 
insensíveis, buscam coisas materiais, acreditam
 que os fins justificam os meios, com essas
 é preciso ter cuidado, alguns podem mudar
 e melhorar, outros podem mudar você
 e trazê-lo para a realidade deles. 

Assim ao conhecer alguém preste atenção 
no caminho que essa pessoa percorreu. 
Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se 
de estar entregando seu coração para alguém
 que dê valor aos mesmos sentimentos que 
você dá, manifeste suas idéias e planos, para
 saber se vocês combinam, esteja aberto a 
algumas alterações, mas jamais abra mão
de tudo, pois se essa pessoa te deixar, 
então nada irá lhe restar. 

Aproveite ao máximo seus momentos de
 felicidade, quando menos esperamos
 iniciam-se períodos difíceis em nossas vidas. 
Tenha sempre em mente que às vezes
 tentar salvar um relacionamento, manter 
um grande amor, pode ter um preço muito
 alto se esse sentimento não for recíproco, 
pois em algum outro momento essa pessoa irá 
te deixar e seu sofrimento será ainda mais 
intenso, do que teria sido no passado. 

Pode ser difícil fazer algumas escolhas,
 mas muitas vezes isso é necessário, existe
 uma diferença muito grande entre conhecer 
o caminho e percorrê-lo. Não procure querer 
conhecer seu futuro antes da hora, nem exagere
 em seu sofrimento, esperar é dar uma chance 
à vida para que ela coloque a pessoa certa 
em seu caminho. 

A tristeza pode ser intensa, mas jamais 
será eterna. A felicidade pode demorar 
a chegar, mas o importante é que ela venha
 para ficar e não esteja apenas de passagem, 
como acontece com muitas pessoas que
 cruzam nosso caminho. 
François de Bitencourt

3 comentários:

Dorli disse...

Oi querida
Felicidade plena não existe, o que exite são momentos felizes
Está com uma tristeza danada. O mundo é mesmo assim, cada pessoa é diferente da outra.
Eu, por exemplo sou chata, exigente, mas tenho compromisso de vida: lealdade com os amigos e, quero veemente que eles cresçam muito mais do que eu.
Mesmo aquele "amigos" da onça que nos querem ver no fundo do poço, devemos gostar e nos apiedarmos deles, pois Jesus na cruz disse: Pai perdoo-os, eles não sabem o que fazem.
Mas foi Ele quem disse isso. Hoje o mundo estrá diferente, uns querendo a força passar na frente do outro.Pra que?
Termino no tópico deste:
Felicidade plena não existe, o que existe são momentos felizes.
Não os deixe escorrer entre os dedos por bagatelas.
Beijos
Dorli(Lua Singular)

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Esa diferencia entre conocer el camino y recorrerlo es lo que nos puede aislar de la nostalgia y llenar nuestros corazones de Esperanza e Ilusión.
Um abraço e beijos.

Dorli disse...

Olá
Errata
Na oitava linha errei a palavra veementemente.
Desculpa o erro
Beijos
Lua Singular